Programa Évora

Noite Europeia dos Investigadores 2022

Em Évora, a programação local da Noite Europeia dos Investigadores 2022, coordenada pela Universidade de Évora, através do Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS), do Instituto de História Contemporânea/Ciências: Estudos de História, Filosofia e Cultura Científica, do Laboratório HERCULES e do Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento (MED) contemplará atividades online e locais inspiradas na temática geral “Ciência para Todos, Sustentabilidade e Inclusão”.

A programação conta com mais de 60 atividades sobre a temática desta edição da NEI alinhada com o Pacto Ecológico Europeu. As atividades presenciais estarão concentradas principalmente na Praça do Giraldo, mas um conjunto de atividades ocorrerá noutros pontos do Centro Histórico de Évora, entre os quais: a Sede da Direção Regional de Cultural do Alentejo, localizada na Rua de Burgos; os Jardins das Casas Pintadas da Fundação Eugénio de Almeida; a Torre do Sertório, junto à Sé de Évora; a Biblioteca Pública de Évora, o Palácio do Vimioso e a Igreja do Salvador.

Em Évora, a NEI conta com um parceiro local essencial ao sucesso da iniciativa – a Câmara Municipal de Évora. Juntaram-se, também, à NEI Évora um vasto conjunto de instituições de apoio, entre os quais: a Direção Regional de Cultura do Alentejo, o Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, a União de Freguesias de Évora (São Mamede, Sé, São Pedro e Santo Antão), a Fundação Eugénio de Almeida, a Biblioteca Pública de Évora, e APPACDM (Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental) de Évora e a ACDE (Associação Comercial do Distrito de Évora). 

Entre as 17h00 e 24h00 do dia 30 de setembro 2022, junta-se a nós e venha Celebrar a Ciência!

Consulte o programa AQUI!

Filtrar 58 atividades:

Escolha pelo menos um filtro.

Não foram encontradas atividades.

Évora 2027 – “Carta à Europa”

"Letter to Europe"

A proposta "Carta à Europa" é um convite para que as pessoas participem no processo de candidatura a Capital Europeia da Cultura, juntando a sua voz e escrevendo umas palavras à Europa dizendo-lhe porque é que Évora e o Alentejo querem ser Capital Europeia da Cultura em 2027. Desta forma estamos a recolher perspetivas e testemunhos ao mesmo tempo que envolvemos as pessoas. Cada pessoa deixa a sua carta e leva um postal destacável na parte superior do papel.

Horário: 17h00-24h00 Público: Todas as idades

Organizado por: Comissão Executiva Évora 2027

Investigador(a) responsável: Madalena Galamba e André Ramalho

Área temática: Outras áreas

Tipo de atividade: EUROPEAN CORNER, Jogos, Apps e Desafios

Speed dating com o Património Cultural

Speed dating with the Cultural Heritage

Speed dating with the Cultural HeritageMafalda Costa, Ana Curto, Ginevra Coradeschi, Ana Manhita, Cristina Dias, Catarina Miguel, Ana Margarida Cardoso, Teresa Ferreira, Milene Gil, Sara Valadas, Catarina Pinheiro, Margarida Nunes, Pedro Barrulas, Penka Girginova, Cátia Salvador e Sílvia Arantes.

Horário: das 17h30 às 00h00 | Praça do Giraldo Público: Todas as idades

Organizado por: Laboratório HERCULES.UÉ

Investigador(a) responsável: 18.30-19.00 - Ginevra Coradeschi, Ana Margarida Cardoso, Milene Gil, Penka Girginova | 19.30- 20.00 Ana Manhita, Catarina Miguel, Catarina Pinheiro, Cátia Salvador | 20.30- 21.00 Mafalda Costa, Cristina Dias, Margarida Nunes, Sílvia Arantes | 21.30- 22.00 Ana Curto, Teresa Ferreira, Sara Valadas, Pedro Barrulas

No enquadramento do projecto: Lab. HERCULES: Financiamento base 2020-2023 | UIDB/04449/2020 e UIDP/04449/2020

Área temática: Arquitetura, Artes e Design, Ciências da Saúde, Ciências Naturais e do Ambiente, Ciências Sociais e Humanas, Física / Química, Tecnologias

Tipo de atividade: Conversas

Vamos ver curtas sobre a inclusão e a sustentabilidade! !

Let’s watch about inclusion and sustainability!

Duas idosas no ocaso da vida mostram o equilíbrio de um sistema rural sustentável num lugar isolado num campo da Bósnia.
Um líder da comunidade espiritual grita saberes intangíveis, um cego que vê o que outros não podem ver.
-A) Then comes de evening (Dir. Maja Novaovic)
Tempo: 27 min 30 seg.
País: Bósnia.
Idioma: sem falas
-B) Urubá (Dir: Rodrigo Sena, Carlos Rodrigo)
País: Brasil.
Idioma: Língua portuguesa e subtítulos em inglês 
Tempo: 15 min.

Horário: De 21h00 às 23h00 | Local: Posto de Turismo, na Praça do Giraldo Público: Todas as idades

Organizado por: Heritales- International Heritage Film Festival

Em parceria com: ESACH Évora Crowd-Recycling

Investigador(a) responsável: Maria Zozaya-Montes, Fernando Mendes, Takis Sarantopoulos e Nicola Schiavottiello

Área temática: Arquitetura, Artes e Design

Tipo de atividade: Vídeos Curtos

Património da sociabilidade eborense

Sociability Heritage in Évora

Apresentação das formas de sociabilidade contemporâneas que emergiram em Portugal durante os séculos XIX e XX, a partir de um caso concreto, a cidade de Évora. Estreia de documentário (23 minutos), produzido pelo CIDEHUS no âmbito da iniciativa Memória do Tempo. O documentário procura compreender a história e o património material das associações de sociabilidade da cidade de Évora, cujos vestígios permanecem vivos. 

Horário: Às 19h00 | Local: Posto de Turismo Público: Todas as idades

Organizado por: CIDEHUS - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Maria Zozaya Montes e Ana Sofia Ribeiro

No enquadramento do projecto: Centro Interdisciplinar de História, Cultura e Sociedades da Universidade de Évora | UID/00057/2020

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Documentário

Uma experiência no escuro

An experience in the dark

Esta atividade é uma maneira divertida e emocionante de experimentar em primeira mão como pessoas com deficiência visual vivenciam um museu. Ao explorar esta pequena exposição o visitante terá uma experiência pessoal de como aqueles que não podem confiar em sua visão experienciam um museu.

Horário: De 18h00 às 19h00 | Local: Sala 205, do Palácio do Vimioso | Inscrições: camilapscampos@gmail.com Público: Crianças

Organizado por: CIDEHUS - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Áurea Rodrigues & Mónica Morais de Brito

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Visitas com ciência

À descoberta da CUltura Material dos Espaços de Sociabilidade: Alentejo, 1836-2022».

Discovering the Material Culture of Spaces of Sociability: Alentejo, 1836-2022»

A atividade se propõe mostrar a cultura material das associações históricas de Évora. Guiados por uma admiradora do associativismo histórico, quatro bolseiros do projeto FCT Verão com Ciência mostrarão a importância social de recuperar a cultura material das associações de província. Facilitadores de uma mínima exposição itinerante vão descobrir as peças que usaram os nossos avôs no seu quotidiano associativo, revelando como a cultura material dos espaços de sociabilidade é um indicador da mudança societal.

Horário: 17h30 | Ponto de Encontro: Posto de Turismo | Inscreva-se: cumesfct@gmail.com | Mais informação: https://sociabilidad.hypotheses.org/ Público: Todas as idades

Organizado por: CIDEHUS- Universidade de Évora

Em parceria com: FCT- Verão com Ciência. Sociedade União Bota Rasa (SUE); Sociedade Harmonia Eborense (SHE); Circulo Eborense (CE); SOIR Joaquim António de Aguiar (SOIR JAA); Sociedade Recreativa Dramática Eborense antiga Mocidade

Investigador(a) responsável: María Zozaya-Montes (coord.) | Bolseiros: Ana Chambel, Ana Ventinhas, Diana Henriques e Luís Dias.

No enquadramento do projecto: “Cultura material dos espaços de sociabilidade: objetos, móveis, ornamentos e elementos técnicos das associações: alentejo, 1836-2021» (FCT «verão com ciência»). Nome do projeto: CIDEHUS da Universidade de Évora Referência de financiamento: UID/00057/2020

Área temática: Arquitetura, Artes e Design, Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Visitas com ciência

A visão do “Outro” nos secs. XVI e XVII, testemunhada pelo fundo patrimonial da Biblioteca Pública de Évora

The vision of the "Other" in the 16th and 17th centuries, witnessed by the heritage collection of the Public Library of Évora

Mostra de documentos depositados na Biblioteca Pública de Évora que testemunham a visão, formas de sociabilidade e preconceitos no universo dos territórios com ocupação portuguesa, nos séculos XVI e XVII. Visita guiada à coleção patrimonial e aos documentos selecionados.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens

Organizado por: Biblioteca Pública de Évora (BNP)

Investigador(a) responsável: Zélia Parreira

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Visitas com ciência

Qual o estado do Tempo no Sertório?

How is the weather in Sertório tower?

A actividade consiste num Quiz Meteorológico sobre o estado do Tempo na Torre do Sertório. Serão utilizados (pelo público) alguns instrumentos convencionais para analisar o estado do Tempo e depois será comparado o resultado com os dados da estação meteorológica da Torre do Sertório.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: ICT - Instituto de Ciências da Terra - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Miguel Potes, Samuel Bárias, André Albino, Gonçalo Rodrigues, Rui Salgado, Maria João Costa

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

NatUrb: a vida escondida das cidades

Naturb: the secret life of the cities

Nesta pequena jornada vamos convidá-lo a testar o seu conhecimento sobre os bichos que ocorrem nas cidades. À medida que for percorrendo as ruas de Évora, irá ser surpreendido pelas espécies que existem na nossa cidade e aprender um pouco mais sobre os seus hábitos, alguns dos mitos associados aos animais e de como pequenos gestos podem ajudar na sua conservação. Venha connosco nesta caça a um dos maiores tesouros que pode alcançar… o conhecimento.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MED -Unidade de Biologia da Conservação, Departamento de Biologia

Investigador(a) responsável: Carmo Silva, Pedro A. Salgueiro, André Oliveira e Ana Sampaio

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

#LinkedInNature – Conecte-se à Rede

#LinkedInNature - Connect to the Network

Tal como nos dias de hoje em que nós usamos as redes sociais para interagirmos uns com os outros, também na Natureza os animais e as plantas interagem e criam redes que podem ter diferentes propósitos. Desde a polinização à predação, passando pela dispersão de sementes, entre outras, propomos aos participantes que venham explorar como se estabelecem as redes ecológicas e de que forma é que a sua preservação contribui para a sustentabilidade do planeta através de uma atividade divertida.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MED -Unidade de Biologia da Conservação, Departamento de Biologia

Investigador(a) responsável: Carmo Silva, André Oliveira, Pedro A. Salgueiro e Ana Sampaio

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

Onde está o peixe?

Catch the tagged fish

O MARE e a Universidade de Évora convidam os visitantes a descobrir como podemos seguir de perto a vida dos peixes nas nossas águas. Com o divertido “jogo do peixinho” podemos ficar a saber mais sobre a biotelemetria e de que forma a ciência e a tecnologia nos podem contar “segredos” submersos, e ao mesmo tempo ajudar a criar um ambiente melhor para a fauna piscícola.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente

Em parceria com: Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Sílvia Pedro, Joana Boavida Portugal, a definir...

No enquadramento do projecto: LIFE Águeda - Ações de conservação e gestão para peixes migradores na bacia hidrográfica do Vouga (LIFE16 ENV/PT/000411)

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

Mostra o que sabes sobre… Peixes de água doce e migradores

Show what you know about... Freshwater and Migratory Fish

O MARE e a Universidade de Évora convidam os visitantes a jogar e testar os seus conhecimentos sobre os peixes migradores das nossas águas. Sabem para onde vão todas as enguias adultas? E o que come a lampreia-marinha? Descubram as respostas a estas e outras perguntas no dia 30.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens

Organizado por: MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente

Em parceria com: Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Sílvia Pedro, Joana Boavida Portugal, a definir

No enquadramento do projecto: LIFE Águeda - Ações de conservação e gestão para peixes migradores na bacia hidrográfica do Vouga (LIFE16 ENV/PT/000411)

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

Parta à descoberta da sustentabilidade do Alentejo em 1758

Discovering the sustainability of the Alentejo in 1758

Esta atividade implicar resolver presencialmente palavras-cruzadas. Para o fazer com êxito, o participante tem de efetuar pesquisa no CIDEHUSDigital, na parte respeitante às Memórias Paroquiais. O tema nuclear serão os recursos da região e procurar-se que os textos do enunciado sejam formativos, no que há História diz respeito.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens

Organizado por: CIDEHUS - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Fernanda Olival, Helena Freire Cameron e Renata Vieira

Área temática: Ciências Sociais e Humanas, Tecnologias

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

Viajar pelo passado islâmico-cristão de Loulé

Travelling through Loulé's medieval Islamic-Christian past

Trata-se de um video que permite conhecer algum património islâmico-cristão de Loulé. Além disso, apresenta-se um quizz e 3 jogos (palavras-cruzadas, um puzzle, um jogo infantil). O video e os jogos falam de transições e de co-existência religiosa no passado Medieval de Loulé.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens

Organizado por: CIDEHUS - Universidade de Évora

Em parceria com: Departamento de História

Investigador(a) responsável: Jessica Soares; João Horta Costa; Fernanda Olival

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

Viva os Objetivos! A mudança começa connosco!

Go Goals! Change starts with us!

Jogo tipo 'glória' em grande formato (4mX3m), sobre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS’s), desenvolvido pela Organização das Nações Unidas.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: CIDEHUS - Projeto PISTA/ASTO

Em parceria com: CIDEHUS/Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Luísa Rocha, Jaime Serra, Mª do Rosário Borges, Noémi Marujo, Joana Lima e Luciana Alho

No enquadramento do projecto: Projeto PISTA - Partilha de Informação sobre Sustentabilidade do Turismo no Alentejo | ALT20-03-0246-FEDER-000059

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: EUROPEAN CORNER, Jogos, Apps e Desafios

What’s up? Riscos e desafios em torno da partilha online de conteúdos sobre os filhos por pais e mães

What's up? Risks and challenges on sharenting

Quiz online para aferição da literacia digital parental em torno do sharenting. O sharenting é a partilha online de conteúdos relativos aos filhos, pelos pais em redes sociais como o WhatsApp, Instagram, Facebook, etc.. O quiz é dirigido a indivíduos adultos – pais e mães – que visitem a NEI. Os visitantes serão convidados a preencher nos seus smartphones ou num PC disponível fisicamente um quiz online a partir de um QRCode visível no espaço físico da NEI. O quiz é composto por 10 questões de escolha múltipla. Cada questão correta soma 10 pontos. Após o preenchimento do quiz cada indivíduo obtém uma pontuação final entre 0 e 100 e tem acesso à correção detalhada do quiz com a justificação para as questões que acertou e errou. Os/as investigadores presentes na NEI estarão disponíveis para interagir com os/as visitantes e esclarecer pessoalmente eventuais dúvidas e questões. No final, espera-se que o preenchimento do quiz contribua para sensibilizar os/as visitantes para a importância da literacia digital parental em torno dos riscos e desafios associados à partilha online de conteúdos que envolvem crianças.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Adultos

Organizado por: CICS.NOVA.Uévora

Em parceria com: CICS.NOVA.UÉvora - Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais, Polo de Évora

Investigador(a) responsável: Rosalina Pisco Costa, Alexandra Batista, estudante voluntário a designar

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Jogos, Apps e Desafios

Investiga o Género e a Inclusão na diverCidade!

Research Gender and Inclusion in DiverCity!

Esta atividade pretende ser uma mostra de materiais alusivos a atividades de investigação nas áreas temáticas das questões de género e da Inclusão, realizadas na Universidade de Évora, tendo como principais objetivos:
Partilhar com a comunidade o conhecimento e iniciativas de investigação, nas áreas das questões de género e da inclusão;

Sensibilizar a comunidade para a importância da investigação nestas áreas e o seu contributo para a compreensão e resolução responsável das desigualdades sociais;
Contribuir para a concretização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em particular, os ODS 5: Igualdade de género e ODS 10: Reduzir as desigualdades.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Adultos

Organizado por: GabIgual - Gabinete para a Igualdade de Género e Inclusão - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Célia Peralta

Área temática: Ciências Sociais e Humanas, Outras áreas

Tipo de atividade: Exposição

Igualdade/Desigualdade no Passado

Inequity in the Past

A observação de rituais funerários e dos esqueletos permite abordar aspectos sociais de integração nas comunidades.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Antropologia - Universidade de Évora

Em parceria com: Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Teresa Fernandes, Célia Cristina Rodrigues Lopes; Ana Rita Quito Curto

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Farmacovigilância fora da caixa

Pharmacovigilance out of the box

Ação de divulgação /sensibilização e sessão de esclarecimentos acerca da farmacovigilância na comunidade. Sensibilizar para a importância de notificar suspeitas de reações adversas.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Unidade Regional de Farmacovigilância do Centro e Norte Alentejano

Em parceria com: Câmara Municipal de Évora

Investigador(a) responsável: na Margarida Advinha e Margarida Perdigão

Área temática: Ciências da Saúde

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Os Povoamentos de Sobreiro, a Cortiça, e as suas aplicações

Cork oak stands, cork, and their applications

Propõe-se com esta atividade dar a conhecer uma das principais espécies florestais nacionais – o sobreiro – assim como o seu principal produto – a cortiça. A importância do sobreiro e da cortiça serão apresentadas sob a forma de atividades lúdicas adequadas a todas as faixas etárias, bem como pela demonstração de produtos e breves explicações teóricas. Dentro das atividades propostas salienta-se a demonstração dos vários tipos de cortiça que crescem numa árvore com as suas diferentes características e aplicabilidades; a exploração sensorial dos materiais e contagem de anéis de crescimento (adaptado à faixa etária participante); a demonstração do principal produto que se obtém a partir da cortiça (rolha de cortiça natural e outras); assim como a demonstração da importância da espécie para o ecossistema.

Horário: das 17h30 às 00h00, na praça do Giraldo | das 17h30 às 18h30 - vídeo(s) sobre o projecto GOregacork/RegaCork-TraDE, no Posto de Turismo Público: Todas as idades

Organizado por: EcoDendro (Equipa de Ciências Florestais) Universidade de Évora, composta por elementos do ICT e MED

Em parceria com: ICT e MED

Investigador(a) responsável: Ana Poeiras, Constança Camilo-Alves, José Nunes, Nuno Ribeiro, João Ribeiro, Marta Maymone, Manuela Correia

No enquadramento do projecto: GO Regacork (Rega de Precisão de Sobreiros em modo de Produção Intensiva de Cortiça); e Regacork-TraDE (Transferência e Divulgação dos Estudos Técnico-Científicos da Rega de Sobreiros - este projecto é um Alentejo2020) | GO Regacork; RegaCork-TraDE | PDR2020-101-031427 (GORgacork); ALT20-03-0246-FEDER-000061(RegaCork-TraDE)

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios, EUROPEAN CORNER

Conversa de Esquina: Vamos descolonizar o(s) património(s) cultural(is)!

Street corner talk: Let's Decolonize cultural heritage(s)!

A actividade consiste numa roda de conversa em ambiente coloquial informal (tertúlia), com duração prevista de 45 minutos. Discutem-se abordagens decoloniais aos processos de patrimonialização, partindo de experiências etnográficas dos participantes em países distintos - Malásia, Brasil, Alemanha, Sri Lanka e Portugal.

Horário: CANCELADO Público: Jovens e Adultos

Organizado por: CEHFCi/IHC-UÉ/IN2Past

Em parceria com: Universidade Federal de Goiás (Brasil) e Universidade Nova de Lisboa (Portugal)

Investigador(a) responsável: Ema Pires | Participantes: Henrique Entratice, Darlen Rodrigues, Izabela Tamaso, Juliana Pereira

Área temática: Arquitetura, Artes e Design, Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Tertúlia

Estórias da Floresta

Stories from the Forest

A actividade consiste numa roda de conversa em ambiente coloquial informal, com duração prevista de 15 minutos. Apresentamos os usos sociais de um púcaro de resina, objecto usado no passado por trabalhadores resineiros. Metodologia: Abordagem sensorial e colaborativa junto do público presente.

Horário: CANCELADO Público: Jovens e Adultos

Organizado por: CEHFCi/IHC-UÉ/IN2Past

Em parceria com: Universidade Federal de Goiás (Brasil) e Universidade Nova de Lisboa (Portugal)

Investigador(a) responsável: Ema Pires | Participantes: Maria de Fátima Nunes, Quintino Lopes, Elisabete Pereira, Ana Cristina Martins, Catarina Teixeira

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Tertúlia

Q&A Sobre Mitos da História de Portugal

Q&A On the Myths of the History of Portugal

A actividade resulta da publicação do livro "Atualizar a História: uma nova visão sobre o passado de Portugal" (Saída de Emergência, 2022), um livro que tem tido um grande impacto junto da opinião pública e junto dos meios de comunicação social. O objectivo da actividade é, em jeito informal, responder a questões sobre mitos da história de Portugal que ainda persistem na memória colectiva dos portugueses, e não só. Roger Lee de Jesus e Paulo M. Dias são os dois organizadores do livro e Graça Almeida Borges é uma das suas 30 autoras. Se for possível, procurar-se-á reunir outros autores do livro na actividade. Serão os organizadores da obra, juntamente com os autores, a responder às questões colocadas pelo público. A duração ideal seria 1h30

Horário: 20h00 | Jardim das Casas Pintadas da Fundação Eugénio de Almeida Público: Jovens e Adultos

Organizado por: CIDEHUS-UÉ

Investigador(a) responsável: Graça Almeida Borges | Participantes: Roger Lee de Jesus e Paulo M. Dias

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Tertúlia

Instituto Internacional de Investigação e Inovação do Envelhecimento

International Institute for Research and Innovation in Aging

Com esta atividade pretendemos demonstrar a capitalização dos resultados dos projetos “4ie” e "4ie+" demonstrando o: modelos de cuidados, com recurso a Ambientes Inteligentes de Vida Assistida, com base na inteligência artificial; novas funcionalidades da plataforma de avaliação multidimensional, criada no projeto, de modo a poder ser usada pelas instituições das duas regiões, numa perspetiva de “user friendly”; descrição das políticas transfronteiriças na área das políticas comuns, em relação ao envelhecimento; contributo para a caracterização do processo de envelhecimento considerando diversas dimensões e contextos, com base num perfil funcional do envelhecimento; proposta de um modelo de perfis funcionais de envelhecimento, construído a partir da base de dados da plataforma referida anteriormente. Participan investigadores portugueses e Espanhóis

Horário: 19h00 | Jardim das Casas Pintadas da Fundação Eugénio de Almeida Público: Adultos

Organizado por: Escola Superior de Enfermagem São João de Deus da UÉ

Em parceria com: Comprehensive Health Research Center; Polytechnic School of Cáceres - University of Extremadura

Investigador(a) responsável: Manuel Lopes (Dinamizador), César Fonseca, Lara Pinho, Juan Murillo e José Garcia Alonso

No enquadramento do projecto: 4ie e 4ie+

Área temática: Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Tertúlia

A importância urbana dos espaços conventuais no Centro Histórico de Évora

The urban importance of conventional spaces in Évora's Historic Center

A conversa com a Arquiteta Elsa Caeiro levará os participantes numa viagem pelos conventos do Centro Histórico de Évora, os que existem e os que existiram. A iniciativa em formato de conferência e visita permitirá aos participantes entender a importância dos conjuntos monásticos para o tecido urbano na cidade e a forma como definiu o Centro Histórico que conhecemos hoje.

Horário: 18h00 às 19h30 | Igreja do Salvador Público: Jovens e Adultos

Organizado por: União das Freguesias de Évora

Em parceria com: Grupo Pro-Évora

Investigador(a) responsável: Arqta. Elsa Caeiro (Grupo Pro-Évora); Prof. Marcial Rodrigues (Grupo Pro-Évora); Arqto. Francisco Branco de Brito (União das Freguesias de Évora)

Área temática: Arquitetura, Artes e Design

Tipo de atividade: Visitas com ciência

Colecionismo, arqueologia e comunidade: história da “Coleção do Hospital de Évora”

Collecting, archaeology and community: history of the "Evora Hospital Collection"

Reunida por trabalhadores do Hospital Distrital de Évora através de escavações amadoras a diferentes antas durante a década de 60, e incorporada no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo (MNFMC), Évora, em 1989, tentaremos compreender a história desta coleção arqueológica e as suas características. Como foi formada a coleção e qual a sua biografia? O que nos diz sobre o significado da arqueologia para a comunidade local eborense? Que problemas e potencialidades levantam este caso de colecionismo arqueológico? São estas as questões a que este projeto pretende responder.

Horário: 18h30 | DRCAlentejo Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo

Investigador(a) responsável: João Gabriel Caia

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Conversas

Alguns percursos artísticos femininos (in) visíveis no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo

Some paths of (in) visible women artists at Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo

Breve apresentação do projecto de investigação de doutoramento em História da Arte intitulado «(Des)conhecidas da colecção. As mulheres Artistas do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo». Com este trabalho pretende-se estudar os vários nomes femininos e as respectivas produções artísticas que fazem parte da colecção do Museu. Mais de um século separa as artistas andaluzas Josefa de Óbidos (1630-1684) e Josefa Greno (1850-1902), os motivos por elas pintados pouco se assemelham, mas nesta apresentação serão sobretudo evidenciadas as pintoras Mariana Quito e Maria Braamcamp. Esta apresentação procura também dar a conhecer o projecto da parede paritária no Museu, proposta que expressa o sentido da inclusão e da paridade. Venha saber mais!

Horário: 19h00 | DRCAlentejo Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo

Investigador(a) responsável: Andreia Santos Silva

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Conversas

Cogumelos solidários: protegem e salvam ecossistemas

Solidary Mushrooms: protect and rescue ecosystems

Pequena apresentação sobre a importância dos fungos produtores de cogumelos nos diversos ecossistemas e da sua capacidade para manterem e recuperarem ecossistemas florestais. Exemplares de preservados de algumas espécies de cogumelos e das plantas a que se associam. Breve quiz sobre fungos e cogumelos.

Horário: 17h30 | DRCAlentejo Público: Jovens e Adultos

Organizado por: MED-UÉ

Investigador(a) responsável: Celeste Santos e Silva

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Conversas

O papel dos subprodutos da olivicultura no tratamento de águas

The role of olive by-products in water treatment

Nesta "conversa" apresentam-se os pressupostos, conceitos, planos, objetivos e resultados (já alcançados) do projeto LIFE BIOAs, que visam explorar o potencial dos desperdícios da industria do azeite, mediante a sua transformação em materiais (adsorventes), utilizáveis no tratamento de águas (potável e residual).

Horário: 19h30 | DRCAlentejo Público: Jovens e Adultos

Organizado por: MED-UÉ/CHANGE

Investigador(a) responsável: Paulo Mourão

No enquadramento do projecto: LIFE BIOAs - LIFE19 ENV/IT/000512

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente, Física / Química, Tecnologias

Tipo de atividade: Conversas

Fotografias que falam: arqueologia nos anos 50

Photos that speak: archaeology during the 50ies

Identificar as funções desempenhadas na escavação arqueológica por cada uma das pessoas representadas numa determinada fotografia, assim como a sua pertença social.

Horário: 18h00 | DRCAlentejo Público: Jovens e Adultos

Organizado por: IHC-UÉ

Investigador(a) responsável: Ana Cristina Martins

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Conversas

As fortificações alentejanas: do arquivo à valorização patrimonial e militar

The Alentejo fortifications: from the archive to the patrimonial and military valorization

Tratar do tema das fortificações no Alentejo, mostrando partes de documentação de época, interligar períodos de atuação, intervenientes e modificações. Mostrar como da informação documental podemos valorizar o património militar.

Horário: 20h00 | DRCAlentejo Público: Jovens e Adultos

Organizado por: CIDEHUS-UÉ

Investigador(a) responsável: Ana Teresa de Sousa

Área temática: Arquitetura, Artes e Design, Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Conversas

Ajude-nos a encontrar a coruja-das-torres!

Help us find the Barn Owl!

Esta atividade apela à participação do público na localização da coruja-das-torres, uma ave de rapina noturna que se encontra em declínio acentuado em Portugal. Podemos encontrá-la em áreas agrícolas, mas também em florestas pouco densas e zonas urbanas. Adaptada a estar próxima de nós, humanos, a coruja-das-torres nidifica muitas vezes em edifícios, podendo ocupar o mesmo local durante décadas! Por isso, a melhor forma de encontrá-la é perguntando às pessoas se conhecem ninhos ou poisos. Nesta atividade os participantes são convidados a responder a um quiz em formato digital, complementado por demonstrações no local sobre características morfológicas e aspetos da ecologia das aves de rapina noturnas.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MED - LabOr - Universidade de Évora

Em parceria com: Câmara Municipal de Évora

Investigador(a) responsável: Inês Roque

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Plantas tolerantes a estresses ambientais – do genótipo ao fenótipo

Plant tolerance to environmental stresses – from genotype to Phenotype

Com esta atividade pretende-se exemplificar o procedimento que é feito em programas de melhoramento de plantas com vista à seleção de genótipos mais resilientes a constrangimentos ambientais, descrever uma estratégia seguida no desenvolvimento de plantas que possam vir a ser utilizadas em culturas agrícolas de modo a ultrapassar os efeitos negativos das alterações climáticas contribuindo, em simultâneo, para uma agricultura mais sustentável. O desenvolvimento de novas variedades com um nível de tolerância superior perante os stresses ambientais contribui para a sustentabilidade do setor agrícola.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MED - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Hélia Cardoso, Maria Catarina Campos, Lénia Rodrigues, Maria Doroteia Campos, Ana Elisa Rato, Maria Beatriz Mendes, Daniela Farinha

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Os animais mais abundantes do mundo

The world's most abundant animals

Nesta atividade pretendemos chamar a atenção para os animais mais abundantes do mundo e que nos passam despercebidos, nomeadamente os nematodes. Os nematodes são animais microscópicos adaptados a todos os ecosistemas (inclusive no ser humano) e que possuem diferentes modos de adaptação. Iremos alertar do potencial dos nematodes parasitas de plantas e o seu impacto no mundo agroalimentar.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens

Organizado por: MED - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Cláudia Vicente (Equipa: Margarida Espada, Madalena Mendonça, Marina Curto, Pedro Barbosa, Teresa Rosmaninho, Carlos Guiterrez-Gutierrez)

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Do Sabor a uma Alimentação Saudável e Sustentável

From Taste to a heathy and sustainable diet

Nada é tão universal como a alimentação. A alimentação permite unir as diferentes culturas, tendo um papel fulcral na sustentabilidade ambiental, social e económica. Para além disso, a alimentação é determinante para a saúde. Mas nem sempre conseguimos fazer as escolhas alimentares mais adequadas. A literacia e motivação são muito importantes, assim como o preço e uma série de outros fatores. Mas se um alimento não for palatável, ou seja, se não “souber bem”, não vai ser o escolhido. Por isso, é necessário compreender os mecanismos envolvidos na perceção dos alimentos para conseguir desenvolver estratégias que promovam a adesão de dietas saudáveis e sustentáveis.
A boca é a porta de entrada dos alimentos e o local onde é possível detetar diferentes características sensoriais dos mesmos. Mas este “sabor” que reconhecemos quando o alimento entra na boca é influenciado pelas características das diferentes estruturas orais e pela saliva, que as banha, variando de pessoa para pessoa. Para além disso, varia também em função da perceção dada pelos outros sentidos (como a visão, olfato e audição).

Nesta atividade vamos mostrar-te como percebemos as diferentes características sensoriais dos alimentos e como as diferentes estruturas e composição bioquímica do meio oral estão envolvidas nessa perceção. Vamos ainda mostrar que os diferentes sentidos interagem e modulam as emoções e a perceção do sabor. Vais ter a oportunidade de: 1) fazer observações ao microscópio e observar as células responsáveis pelo paladar;

2) testar a tua saliva e como ela contribui para a intensidade com que percecionas o alimento na boca;

3) brincar com os sentidos e ver como eles são todos importantes para uma boa experiência com os alimentos.

Porque a ciência que garante a sustentabilidade, saúde e inclusão tem que passar pela alimentação!

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MED - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Elsa Lamy, Carla Simões, Laura Carreira, Inês Caeiro, David Guedes, Fernando Capela e Silva

Área temática: Ciências da Saúde, Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Como nascem os cavalos?

The birth of a horse

Esta atividade pretende demonstrar, a público geral, o processo biológico de fecundação e gestação equina. Pretendemos que as pessoas vejam a motilidade espermática (com recurso a doses seminais e microscópio), assim como visualizem oócitos numa lupa. Tencionamos também explicar o processo de fecundação com recurso a imagens esquemáticas assim como explicar o diagnóstico da gestação com recurso a ecografia.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MED

Em parceria com: Melhor produção equina

Investigador(a) responsável: Jordana Lopes, Elisa Bettencourt, Ricardo Romão, Rui Charneca, Susana Monteiro, Sandra Branco, Madalena Cardoso, Helena Guimarães

No enquadramento do projecto: EQUIMAIS | ALT20-03-0246-FEDER-000055

Área temática: Ciências da Saúde

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Há biodiversidade nos olivais? Qual?…polinizadores, gestão activa e as alterações climáticas

Is there Biodiversity in the olive orchards? What?... Pollinators, agricultural management and climate changes

A integração de práticas sustentáveis na gestão agrícola é fundamental para minimizar os efeitos da agricultura na perda de biodiversidade e potenciar localmente os serviços de ecossistemas. Por exemplo, a proteção de espécies de insetos que garantam a polinização é essencial para a alimentação humana, uma vez que 75% das culturas depende da sua polinização por abelhas e outros insetos. Pretende-se que com esta tarefa que os participantes conheçam as espécies que vivem nos olivais e que possam observar e identificar alguns dos géneros de abelhas, como abelha-melífera, o abelhão-terrestre e outras abelhas silvestres. Os participantes terão contacto com as medidas de gestão que promovem a biodiversidade nos olivais, nomeadamente as estruturas abrigos para aves, morcegos e insetos e podem participar num jogo que pretende simular o processo de decisão para a implementação das medidas nas áreas agrícolas. Será também possível aprender a construir um hotel para abelhas solitárias e aprender o seu ciclo durante o processo de colonização destas estruturas.  Através de uma aplicação web será possível visualizar e mapear as variedades de azeitona cultivadas em Portugal e mostrar com exemplares as características das variedades mais comuns. Demonstrar ainda como algumas variedades podem estar mais adaptadas às alterações climáticas. Venha conhecer junto do espaço MASS_LAB o interessante mundo da biodiversidade dos olivais e perceber os principais desafios.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MASS lab

Investigador(a) responsável: Denis Medinas, Silvia Barreiro, José Herrera, Vanesa Riviera, Rita Azedo, Inês Guise, Bruno Silva

No enquadramento do projecto: LIFE Olivares Vivos + Increasing the impact of Olivares Vivos in the EU | Showcasing synergies between agriculture, biodiversity and ecosystem services to help farmers capitalizing on native biodiversity. | A Climate-Smart Pest Management Strategy for Resilient and Sustainable Olive Growing

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios, EUROPEAN CORNER

Venha conhecer as Espécies Exóticas Invasoras Aquáticas

Meet the Aquatic Invasive Alien Species

Mostra de fauna e flora exótica invasora existente no Alentejo. Apresentação do projeto LIFE INVASAQUA e distribuição de material divulgativo sobre a temática.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Filipe Banha, Mafalda Gama e Pedro Brandão

No enquadramento do projecto: LIFE INVASAQUA - Espécies exóticas invasoras de água doce e sistemas estuarinos: sensibilização e prevenção na Península Ibérica | LIFE INVASAQUA. Ref.: (LIFE17 GIE/ES/000515)

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

O MARE sai à Noite

MARE in the Night

O MARE sai à Noite para mostrar o que faz! O Centro de Ciências do Mar e do Ambiente convida os participantes a darem um "mergulho" na Praça do Giraldo e a ficarem a conhecer a investigação que os cientistas do MARE fazem na Universidade de Évora, os equipamentos que utilizam, o que descobrem e o que ajudam a conservar!

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: MARE - Centro de Ciências do Mar e do Ambiente

Investigador(a) responsável: Mélanie Costa, Helena Adão, David Jacinto, Teresa Silva, Francisco Neves

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Como era construída uma casa Etrusca? Materiais e tecnologia

How was an Etruscan house built? Materials and technology

Power point e observação de amostras por microscópia ótica (transmitida e refletida)

Horário: Das 19h00 às 19h20 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Laboratório HERCULES

Investigador(a) responsável: Ginevra Coradeschi (Equipa: Massimo Beltrame, Fabio Sitzia, Cristina Galacho e Patricia Moita)

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente, Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Materiais sustentáveis para conservação de argamassas históricas – Missão impossível?

Sustainable materials for conservation of historic lime mortars – Mission impossible?

A deterioração do Património Cultural e Arquitetónico resulta da conjugação de fatores de natureza distinta tais como, antropogénicos e climáticos. A sua conservação é um tema de fulcral importância para as sociedades modernas e requer habitualmente uma abordagem multidisciplinar. É neste contexto que surge a nossa investigação, integrada numa das linhas principais de investigação no Laboratório HERCULES, relacionada ao desenvolvimento de novos materiais sustentáveis com aplicação na conservação do Património Cultural.

Com esta atividade pretendemos responder ao que é afinal uma nanopartícula, para que é que serve e qual a sua utilidade na preservação do património. Demonstramos, ainda, que os nanomateriais podem ser uma alternativa eficaz aos materiais tradicionais usados até agora no restauro de argamassas históricas.

A atividade é presencial, interativa (demonstração e conversa) e consiste em: a) apresentação de slides adaptados para o público em geral; b) material didático; c) material de demonstração (argamassas e nanomateriais). O público alvo é público em geral (crianças, jovens e a comunidade em geral; portugueses e estrangeiros, todos que podem comparecer no evento). O objetivo é divulgar a nossa investigação, o laboratório, mas antes de tudo, é de transmitir a importância da preservação do nosso Património Cultural, o valor deste para a nossa sociedade e que a ciência pode dar respostas adequadas aos desafios que hoje em dias se enfrentam em termos de ambiente que rodeia o Património Cultural.

Horário: Das 19h00 às 19h20 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Penka Girginova e Cristina Galacho

Investigador(a) responsável: Penka Girginova e Cristina Galacho

No enquadramento do projecto: Financiamento base 2020-2023 (Lab. HERCULES) | UIDB/04449/2020; UIDP/04449/2020

Área temática: Física / Química

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Deterioração de monumentos – como os podemos proteger?

Monumet decay - how can we protect them?

Demonstração prática de tratamentos ecológicos e sustentáveis em provetes de pedra.

Horário: Das 22h00 às 22h20 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Laboratório HERCULES

Investigador(a) responsável: Pedro Barrulas (Equipa: Luis Dias, Fabio Sitzia, Vera Pires e Carla Lisci)

No enquadramento do projecto: Revestimentos superhidrofóbicos híbridos e amigos do ambiente para proteção de Pedra | Eco-STONEPROTEC | EXPL/CTA-GEO/0609/2021

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente, Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Sustentabilidade e Inclusão através do Património. O que se faz no Laboratório HERCULES

Sustentability and Inclusion through Cultural Heritage. Actions at HERCULES Laboratory

Exposição e demonstração de equipamentos do Laboratório HERCULES para análise de materiais/objetos com interesse histórico. Ações para a sustentabilidade do planeta através da valorização e práticas conscientes na conservação do património. Inclusão através do estudo e divulgação do conhecimento relacionado com o Património histórico e cultural.

 

Horário: das 17h00 às 23h00 | Atividade: "Materiais de construção sustentáveis - verdades e mitos" - das 18h00 às 18h00 Público: Todas as idades

Organizado por: Laboratório HERCULES.UÉ

Investigador(a) responsável: Fábio Sitzia (Equipa: Vera Pires, Carla Lisci, Luís Dias e Pedro Barrulas

No enquadramento do projecto: Projeto Unidades FCT | Ref.: Orçamento base: UIDB/04449/2020 | Orçamento Programático: UIDP/04449/2020

Área temática: Arquitetura, Artes e Design, Ciências Naturais e do Ambiente, Física / Química, Outras áreas, Tecnologias

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Património histórico escrito. Sustentabilidade e Inclusão

Written heritage. Sustentability and Inclusion

Desde os primórdios dos tempos que a Humanidade começou a comunicar através da escrita. A tinta tornou-se, a partir da dada altura, um veículo fundamental para a comunicação humana, sendo por isso, um dos mais importantes meios de inclusão social. Que tintas eram usadas e como eram preparadas? O que é a tinta ferrogálica? Nesta atividade vamos recuar no tempo e aprender a preparar esta tinta a partir de receitas históricas com produtos naturais – a tinta mais comum usada nos textos manuscritos antigos no Ocidente, sobretudo desde o séc. XV até a finais do séc. XIX. Tal como Leonardo da Vinci e van Gogh, vamos escrever e desenhar com tinta ferrogálica!
Vamos também observar documentos históricos escritos com tinta ferrogálica, os seus diferentes tons e patologias e questões de conservação, como por exemplo, o aspeto “queimado”, o enfraquecimento do suporte e a sua consequente fragilização e quebra. Com um microscópio digital vamos poder observar para além do que o nosso olho permite; as fibras que compõem o suporte de escrita, as tintas e algumas das suas características microscópicas. Estas observações ajudam na caracterização dos processos de produção da tinta e na avaliação do estado de degradação.

Horário: das 20h00 às 20h20 Público: Todas as idades

Organizado por: Laboratório HERCULES.UÉ

Em parceria com: IRONIC

Investigador(a) responsável: Teresa Ferreira (Equipa: Margarida Nunes e Gláucia Martins)

No enquadramento do projecto: Desafios da tinta ferrogálica - História e conservação de um património cultural em risco | IRONIC

Área temática: Física / Química, Outras áreas

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Os Microrganismos do Património: Soluções Biotecnológicas Verdes, Ecológicas e Sustentáveis

Heritage Microorganisms: Green, Ecological and Sustainable Biotechnological Solutions

Neste Workshop iremos fazer uma viagem microscópica pelo mundo dos microrganismos associados à microbiota que coloniza os diferentes artefactos do Património Cultural, com enfoque nas novas abordagens biotecnológicas mais verdes, ecológicas e sustentáveis que estão a ser desenvolvidas/implementadas na reabilitação do Património.
Atividade hands-on onde os participantes terão a oportunidade de observar microrganismos associados a patologias de bens patrimoniais e realizar procedimentos de análise de DNA utilizando equipamentos de análise portáteis. A atividade será complementada com suporte de vídeos/ imagens e demonstrações em que os investigadores irão expor diferentes casos de estudo e as soluções de base biotecnológica em desenvolvimento.

Horário: das 21h00 às 21h20 Público: Todas as idades

Organizado por: Laboratório HERCULES.UÉ

Em parceria com: Lab. HERCULES: Financiamento base 2020-2023

Investigador(a) responsável: Ana Teresa Caldeira (Equipa: Cátia Salvador, Sílvia Arantes, Maria do Rosário Martins, Sriradha Bhattacharya, Inês Silva e Maria Penetra)

No enquadramento do projecto: Projetos FCT: MICROCENO; ART3mis | Ref.: UIDB/04449/2020 e UIDP/04449/2020; PTDC/CTA-AMB/0608/2020; 2022.07303.PTDC

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente, Tecnologias

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

O que os ossos nos dizem sobre a dieta?

What do bones tell us about diets?

Avaliação do tipo de alimentação de acordo com o tipo de dentição (diferenças entre herbívoros, onívoros e carnívoros) e exposição de ossos de humanos e de outros animais provenientes de contextos arqueológicos e de coleções de referência. As cadeias alimentares e a sua importância para a sustentabilidade do meio ambiente.

Horário: das 22h00 às 22h20 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Laboratório HERCULES.UÉ

Em parceria com: FoSNeC, HD-TEC

Investigador(a) responsável: Vanessa Navarrete e Ana Curto

No enquadramento do projecto: Herding systems and foddering strategies in the western Iberian Peninsula during the Neolithic-Chalcolithic transition. The impact of childhood Diet on adult Health, comparing three Portuguese archaeological collections: Tomar, Estremoz and Crato. | CEECIND/03351/2020, CEECIND/02110/2020

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente, Ciências Sociais e Humanas, Física / Química, Outras áreas

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Micro-modelação 3D para o Património Cultural: Descobre o melhor protetivo de Pedra Natural

Surface 3D micro-reconstruction for Cultural Heritage: Find the best protective for Natural Stone

Atenta aos principais fatores que conduzem à deterioração de Pedra Natural, desde sempre um dos materiais mais utilizados na manufatura de Património Cultural, a presente atividade propõe:
1) Descobrir quais os efeitos da água na Pedra Natural;
2) Descobrir qual o melhor revestimento para proteção de Pedra Natural;
3) Criar micro-reconstruções 3D de superfície, que auxiliem a responder ao ponto anterior.

Horário: das 21h00 às 21h20 Público: Todas as idades

Organizado por: Laboratório HERCULES - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Luís Dias (Equipa: Pedro Barrulas, Fabio Sitzia, Vera Pires e Carla Lisci)

No enquadramento do projecto: Eco-friendly superhydrophobic hybrid coatings for STONE PROTECtion | EXPL/CTA-GEO/0609/2021

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

A análise de Jóias por fluorescência de Raio X Portátil

Jewelry analysis by portable X-Ray Fluorescence

Exemplos, e atividade teórica e prática.

Horário: das 20h00 às 20h20 Público: Todas as idades

Organizado por: Laboratório HERCULES

Investigador(a) responsável: Massimo Beltrame (Equipa: Ginevra Coradeschi, José Mirão, António Candeias)

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente, Ciências Sociais e Humanas, Física / Química

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Ciência para tod@s – Do Laboratório para Praça

Science for everebody - From the Lab to the Square

Mostra da diversidade das ribeiras e charcas alentejanas, através de exemplares recolhidos na ribeira da Torregela.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: Laboratório da Água - Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Amália Espiridião de Oliveira, Mª Manuela Morais, Mª Alexandra Penha, Marvin Freira e Raquel Ramalhosa

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Ciclo de vida do inseto Galleria Mellonel

Galleria Mellonella's Life cycle

Sabia que que os insetos também têm ciclo de vida? Já conhece o ciclo de vida da traça da colmeia? Nesta atividade vai poder assistir a uma palestra que pretende desvendar todo o ciclo de vida da traça, desde do ovo (1º estágio) até se tornar uma traça adulta, complementada com demonstrações ao vivo do inseto nos diferentes estágios. Queremos mostrar-lhe o impacto que estas incríveis criaturas têm na nossa vida e como estas podem ser afetadas por diferentes fatores, internos ou externos, como é o caso dos nemátodos que conseguem afetar o ciclo de vida da traça. No final da atividade vai poder ainda levar para casa um dos casulos e vê-los a tornar-se numa traça!

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: InnovPlantProtect

Investigador(a) responsável: Inês Ferreira, Hadi Sheikhnejad e Cláudia Silva

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

As plantas também adoecem

The plants also get sick

Sabia que as plantas também adoecem? E sabia que há microorganismos nocivos para a saúde da planta, mas também existem microorganismos benéficos para as plantas?
Nesta atividade vai poder ver uma planta doente e todo o seu processo de cura! Vai poder passar pelas diferentes etapas do processo de cura da planta desde do aparecimento dos sintomas até à planta saudável. O tratamento pode ser potenciado pela encapsulação destes microorganismos, com recurso a materiais naturais provenientes de fontes marinhas ou terrestres. A encapsulação permite dar estabilidade à partícula, facilitar o manuseamento e aumentar o seu prazo de validade, o que leva a uma maior eficácia do microorganismo no combate a pragas e doenças.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: InnovPlantProtect

Investigador(a) responsável: Margarida Basaloco, Cláudia Silva, Inês Ferreira, Cátia Patrício, Augusto Franco, Hadi Sheikhnejad

Área temática: Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Follies: Construir (para) a Cidade de Évora

Follies: Building (for) the City of Évora

Após uma breve apresentação do tema FOLLIES, os participantes (individualmente ou em grupo) irão conceber uma estrutura volumétrica e espacial simples, em maqueta a partir de uma caixa de cartão, pensada para a Praça do Giraldo, destinada a espaço de estar e usufruto da cidade pelos seus habitantes, visitantes, e comunidade académica.

Horário: até às 23h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: Escola de Artes, Depto. Arquitectura da Universidade de Évora

Em parceria com: CHAIA | IHC-pólo UÉvora

Investigador(a) responsável: Sofia Aleixo

Área temática: Arquitetura, Artes e Design

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Inventa [cria] um objeto’

Invent [creat] an object'

A atividade consiste num breve exercício de interpretação e inventário de uma peça de cerâmica portuguesa, como uma abordagem a uma prática comum no estudo de objetos em contexto museológico e académico, pretendendo-se que o participante seja convidado a interagir e a fazer parte ativa desse processo: - o de interpretar e descrever, criando assim o seu próprio 'objeto museológico'.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: IHC - Polo Évora

Em parceria com: IHC-UÉ/IN2PAST

Investigador(a) responsável: Catarina Teixeira

Área temática: Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Vamos falar de água?

Let’s talk about water?

Mostrar com recurso a fotografias:

- Como era feita uma colheita no local de uma amostra de água nos anos 50 e explicar como eram determinados alguns parâmetros físico-químicos que permitiam classificar as diferentes águas.

- Alguns instrumentos utilizados para a determinação de alguns parâmetros físico químicos das águas.

- Um mapa com a localização águas minerais naturais e de nascente e a sua categorização de acordo com a temperatura, com a composição química e relacionar com as suas propriedades terapêuticas.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Jovens e Adultos

Organizado por: IHC-pólo UÉvora

Investigador(a) responsável: Cristina Marques

Área temática: Ciências Sociais e Humanas, Física / Química

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Laboratório portátil – para que serve?

Public and portable Laboratoryes - the rural Portugal, 30-50 years

Mostrar publico a existência de laboratórios portáteis - recolha de falares, recolha de águas - nos anos 30-50 do século XX. As gentes do Portugal profundo no Laboratório para participarem na ciência.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Todas as idades

Organizado por: IHC-pólo UÉvora

Investigador(a) responsável: Maria de Fátima Nunes, Quintino Lopes e Cristina Marques

Área temática: Ciências Sociais e Humanas, Física / Química

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Vias de trânsito para a Igualdade de Género

Transit routes to gender equality

Tendo como mote o tema “Science for Everyone - Sustainability and Inclusion”, concebemos uma actividade presencial, na área da arte multimédia, focada na inclusão digital e na sua importância para o desenvolvimento sustentável, enquadrada no projecto de investigação do chaia “Cabaz Digital: laboratórios multimédia pela igualdade de género” e o Plano Municipal para a Igualdade e Não Discriminação – Tecer Redes Para a Igualdade (CME). Defendemos que a disponibilização, de modo igualitário, a todos os cidadãos da oportunidade de acesso à TIC, isto é a democratização da tecnologia, é essencial para o desenvolvimento sustentável. Ao mesmo tempo, sabemos que a desigualdade de género é um dos factores que tem contribuído para o não acesso às TIC de muitas mulheres e raparigas, contribuindo para o seu consequente empobrecimento e subalternização. Nesse sentido propomos na nossa actividade, aberta a toda a comunidade, uma reflexão conjunta sobre o tema da desigualdade de género, através da criação de um conjunto de imagens, nomeadamente um conjunto de trânsito para sensibilizar para a igualdade de género. Essas imagens, de concretização rápida, inspiradas em artistas como Barbara Kruger e Annette Messager, serão publicadas em simultâneo online, visionadas num ecrã colocado na vitrine do posto de turismo.

Horário: das 17h30 às 00h00 Público: Adultos, Todas as idades

Organizado por: CHAIA/EA/DAVD.UÉ e CME-DEIS.UÉ

Investigador(a) responsável: Ana Cardoso, Teresa Cardoso, Teresa Veiga Furtado

Área temática: Arquitetura, Artes e Design

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

A relação entre arte, natureza e biomateriais

The relationship between art, nature and biomaterials

Neste workshop os artistas Felipe Shibuya, Juliana Lee e Diana Aires mostrarão como é possível criar trabalhos artísticos com suportes mais sustentáveis, especialmente ao combinar técnicas artísticas consideradas tradicionais com o uso de biomateriais. Os participantes terão a oportunidade de visualizar diferentes aplicações de biomateriais, assim como compreender que para utilizá-los é indispensável criar uma conexão mais profunda com a natureza. Os participantes terão a oportunidade de criarem o seu próprio kombucha, que poderá ser futuramente aplicado em trabalhos artesanais, artísticos e outras possibilidades a serem exploradas individualmente.

Horário: até às 19h30 Público: Adultos

Organizado por: ARTERIA_LAB.UÉ

Investigador(a) responsável: Natália Melo, Leonel Alegre, Daniela Salazar, Marius Araújo, Tiago Cerveira, Geovana Jardim, Diana Aires, Juliana Lee e Felipe Shibuya

Área temática: Arquitetura, Artes e Design, Artes e Design, Ciências Naturais e do Ambiente

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

“Á Descoberta dos Sons”

"Discovering the Sounds"

Inicialmente será apresentado, de uma forma breve, o projeto que foi realizado, com a demonstração de alguns dos instrumentos que foram construídos. De seguida, serão dinamizadas 2 atividades que constam no ebook "À Descoberta dos Sons - Livro de Atividades" em conjunto com alguns dos clientes e o público presente.

Horário: das 17h00 às 21h00 Público: Todas as idades

Organizado por: APPACDM de Évora

Em parceria com: Universidade de Évora

Investigador(a) responsável: Ana Sofia Placas, Rosa Moreira, Piedade Ferraz

Área temática: Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Humanas

Tipo de atividade: Demonstrações e desafios

Fique a conhecer os locais, do Centro Histórico de Évora, onde decorrerão atividades:


Parceiros Locais e Apoios


Unidades de I&D e Entidades Participantes

Back to Top