A Noite Europeia dos Investigadores — European Researchers’ Night — é uma iniciativa lançada em 2005, atualmente bianual, financiada pela Comissão Europeia, no âmbito das Ações Marie Curie, com o objetivo de celebrar a Ciência e de aproximar investigadores e cidadãos.

Esta iniciativa que procura quebrar as barreiras que separam a Ciência dos cidadãos e desmistificar a imagem distante que o cidadão tem do cientista, é uma oportunidade para divulgar o trabalho de grande qualidade e inovação desenvolvido pelos investigadores portugueses, bem como para realçar a importância de uma comunicação eficiente entre centros de investigação e a sociedade civil.

A Noite Europeia dos Investigadores traduz-se numa série de atividades que decorrem durante todo o ano e que culminam numa noite de festa e celebração da Ciência, com lugar em várias cidades europeias na última sexta-feira de setembro. Em 2018, terá lugar a 28 de setembro e, em 2019, a 27 de setembro.

Ciência na Cidade é o tema da Noite Europeia dos Investigadores do biénio 2018-2019, o qual pretende aproximar investigadores e sociedade em atividades preparatórias e durante as noites da última sexta-feira de setembro. A temática procura responder às principais preocupações das comunidades urbanas relacionadas com as alterações globais previstas para as próximas décadas, destacando a relevância da ciência para assegurar a qualidade de vida nas cidades do futuro e a preservação do património cultural como fator essencial à sustentabilidade.

O consórcio deste projeto, coordenado pela Universidade de Lisboa através do Museu Nacional de História Natural e da Ciência, conta ainda com a Escola de Ciências da Universidade do Minho, a  Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, a Universidade de Évora e o Instituto Universitário de Lisboa para o desenvolvimento das atividades em Lisboa, Braga e Évora. A Escola Superior de Turismo e Hotelaria do Estoril é também parceira, contribuindo para a abordagem da preservação do património cultural, disseminando a Dieta Mediterrânica, assim como a Câmara Municipal de Lisboa que garantirá o envolvimento de diversos públicos e intervenientes da sociedade civil na cidade de Lisboa.

O MUHNAC-UL funcionará como a unidade centralizadora das atividades que decorrerão nessa noite em Lisboa, estando a ser planeado um programa de oferta ao público em geral, no Rato/Príncipe Real, que compreende o desenvolvimento de atividades principais no Museu, mas também eventos paralelos nos jardins do Príncipe-Real, com o objetivo de  apresentar a investigação de enorme qualidade produzida em Portugal. Em 2018, as atividades em Lisboa vão decorrer no eixo Rato/Príncipe Real. O projeto cobrirá ainda as regiões do Minho e do Alentejo com atividades a decorrer no Fórum Braga, em Braga e na Universidade de Évora a decorrer na Praça do Giraldo.

Além da organização do consórcio, juntaram-se posteriormente ao projeto como Parceirtos Associados o Museu da Ciência da Universidade de Coimbra, o Jardim Botânico da Universidade de Coimbra, o Museu Nacional Machado de Castro e o Observatório Lago do Alqueva que dinamizam também atividades em Coimbra e Monsaraz, respectivamente.

A Noite Europeia dos Investigadores está presente em vários países tendo sido aprovados 55 projetos NEI em 2018. Conheça as restantes Noites Europeias dos Investigadores a funcionar em território português e no estrangeiro.

ORGANIZAÇÃO DO CONSÓRCIO


 

PARCEIROS DOS MEMBROS DO CONSÓRCIO


 

PARCEIROS ASSOCIADOS


 

MEDIA PARTNERS


 

APOIOS