U.Porto abriu-se à Noite Europeia dos Investigadores | U.Porto

Na U.Porto, a Noite Europeia dos Investigadores arrancou no Jardim Botânico do Porto, onde o MHNC-UP – Museu de História Natural e da Ciência da U.Porto (membro do consórcio SCILIFE) abriu as portas da emblemática e renovada Casa Andresen com um cartaz recheado de demonstrações, jogos interativos, palestras, quizzes, experiências de realidade virtual e visitas guiadas ao jardim.

Publicado em Notícias

“Entram aqui princesas, saem cientistas” | Expresso

Museu da Ciência em Lisboa foi um dos palcos da 11ª edição do Noite Europeia dos Investigadores, que juntou milhares de pessoas à volta do mundo científico. Com atividades para todas as idades, o difícil foi escolher

Maria, Maria Teresa e Isabel tinham acabado de experimentar o BioVisual Speech e não conseguiam esconder o entusiasmo. “É muito divertido”, ouviu-se quase em uníssono. (Ler+)

  • Oliveira, Tiago “Entram aqui princesas, saem cientistas” Expresso Online [Portugal] 01 Outubro 2016 | Artigo original.
Publicado em Notícias

Ciência para todos | Correio da Manhã

Aproximar a ciência da população, promovendo um conjunto de atividades lúdicas, levou ontem centenas até ao Museu Nacional de História Natural e da Ciência, em Lisboa, para a Noite Europeia dos Investigadores.

  • “Ciência para todos” Correio da Manhã [Portugal] 01 Outubro 2016 | .: Pag.21 . Impresso.
Publicado em Notícias

Centenas de jovens à descoberta na ´Noite dos Investigadores´ | Correio do Minho

Mais de um milhar de jovens participaram ontem em mais de duas dezenas de actividades experimentais da ‘Noite Europeia dos Investigadores’, iniciativa da Comissão Europeia coordenadas em Braga pela Escola de Ciências da Universidade do Minho (ECUM), em parceria com um conjunto alargado de entidades. (Ler+)

  • Silva, José Paulo “Centenas de jovens à descoberta na ´Noite dos Investigadores´” Correio do Minho Online [Portugal] 01 Outubro 2016 | Artigo original.
Publicado em Notícias

“Noite dos Investigadores” aproxima cientistas da população | SIC Notícias

Publicado em Notícias

Ciência para todos no Museu D. Diogo | Diário do Minho

O Museu D. Diogo de Sousa recebeu ontem mais uma edição da Noite Europeia dos Investigadores, numa organização da Escola de Ciências da Universidade do Minho, juntando-se a muitas outras entidades que na Europa aderiram à iniciativa patrocinada pela Comissão Europeia. Segundo Sandra Paiva, uma das coordenadoras desta iniciativa em Braga, a edição deste ano teve como grande mensagem mostrar que a ciência, para além de ser para todos, está presente em tudo o que fazemos. «Aliás, o tema deste ano é a ciência no dia a dia e queremos explicar o papel fundamental da ciência para o nosso bem-estar, para a nossa saúde, para o nosso conforto», disse. Para atingir este objetivo, a organização em Braga preparou um conjunto de cerca de 40 atividades, essencialmente, experimentais, para um público de todas as idades. Sandra Paiva salientou a importância das diversas entidades que ajudaram nesta tarefa de oferecer as atividades, realçando o Laboratório Internacional de Nanotecnologia, a Orion, a CTEM Academy, entre outras. Com esta Noite Europeia dos Investigadores pretendeu-se mais uma vez aproximar os cidadãos da ciência e dos cientistas, para que todos percebam o papel fundamental da ciência em tudo o que nos rodeia. No ano passado, a iniciativa atraiu cerca de 1200 participantes, pelo que este ano a expetativa era manter este número, e se possível aumentá-lo. Uma particularidade desta edição foi a associação do evento ao Ano Internacional das Leguminosas, com a realização de uma tertúlia e um momento de “showcooking”. «Eu queria sublinhar que esta iniciativa só foi possível com o apoio de imensos alunos voluntários da Escola de Ciências, dos professores e funcionários e também, este ano, com a parceria de outras escolas da Universidade do Minho. Quem esteve pela primeira vez nesta Noite Europeia dos Investigadores foi o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade. «Estamos aqui porque achamos que, em primeiro lugar, importa passar às pessoas a ideia da ciência como algo um pouco mais abrangente do que o estudo das rochas e gente com batas e pipetas. As ciências sociais também existem. É verdade que elas têm, politicamente, um lugar menor, mas importa fazer esta tarefa de dar a conhecer o trabalho que fazemos com impacto social direto na vida das pessoas», disse Luís Santos, vice-presidente deste centro de estudos. Entretanto, para Maurício Fonseca, vice-presidente da Escola de Ciências da Universidade do Minho, a Noite Europeia dos Investigadores tem como grande missão conseguir que a população jovem interaja com a ciência e desenvolva uma vocação para as ciências. «Sabemos que há crise na vocação para as ciências, mas ultimamente está a ocorrer um volte-face nesta situação e a procura tem sido bastante mais significativa», disse. Olhando para as últimas colocações, o vice-presidente da Escola de Ciências revelou que, após a segunda fase, restam «muito poucas vagas» por preencher. Segundo disse, apenas o curso de Química ficou com seis vagas em aberto. «Mas devo sublinhar que os alunos da região que escolhem Química ficam na Universidade do Minho. São todos primeira opção», sublinhou.

  •  “Ciência para todos no Museu D. Diogo” Diário do Minho [Portugal] 1 Outubro 2016 | .: Pag.4 . Impresso.
Publicado em Notícias

+ mais Noite Europeia dos Investigadores | Correio do Minho

A Noite Europeia dos Investigadores visa quebrar barreiras que separam a Ciência dos cidadãos e desmistificar a imagem do cientista distante e inacessível. ‘Ciência no dia-a-dia’ tem sido lema para estimular a participação do público, especialmente o jovem, com actividades de investigação e de transmissão do conhecimento científico.

  • “+ mais” Correio do Minho [Portugal] 1 Outobro 2016 |.: Pag.4 . Impresso.
Publicado em Notícias

Noite Europeia dos Investigadores (direto) | SIC Notícias

Publicado em Notícias

Noite Europeia dos Investigadores | Antena 1

Publicado em Notícias

Noite Europeia dos Investigadores | Antena 1

Publicado em Notícias